|

Entrevista de Recrutamento com Thinking Environment

O Thinking Environment pode aprimorar uma entrevista de recrutamento.

Normalmente foca-se em descobrir se a pessoa tem certas habilidades para participar do time da empresa. Mas atualmente, diante de cenários de crise e imprevisibilidade, é cada vez mais necessário ter pessoas nas organizações que saibam pensar por si e ir além de processos, criar novas alternativas. Isso você consegue descobrir ao criar um Thinking Environment (Ambiente para Pensar) para seu entrevistado.

Qual é o diferencial do Thinking Environment?

A escuta profunda sustentada por quem está criando um Ambiente para Pensar consegue evocar o melhor pensamento do entrevistado.

Em uma entrevista na qual você consegue sustentar os Dez Componentes do Thinking Environment, é possível compreender a maturidade do entrevistado para pensar por si, o quanto de estruturas e processos ele precisa e o quanto consegue ser sincero sobre seu potencial, gaps de desenvolvimento, seus sonhos e capacidades.

Você descobre isso quando cria um espaço em que ele realmente se sente à vontade para dizer o que pensa e sente.

O que faz o Thinking Environment funcionar?

a) Atenção sem interrupção

Sabendo que a forma com que você faz essa entrevista também definirá as pessoas que você terá em sua equipe, sugerimos focar no entrevistado com genuína atenção, sem interrupção.

Ou seja: faça anotações no fim do processo, depois do entrevistado ter terminado sua fala.

Ao interromper a conexão do olhar porque sua atenção vai para o papel, pode interromper também o fluxo de pensamento do entrevistado.

b) Instigue o entrevistado a continuar seus pensamentos

Quando o entrevistado estiver falando, ouça até que o pensamento seja concluído.

Em seguida, ao invés de já perguntar sobre outros assuntos, pergunte: “o que mais você gostaria de dizer ou pensar sobre esse tema?”. É uma técnica simples, mas que pode trazer resultados preciosos, pois convida o entrevistado a entrar em camadas mais profundas e novos pensamentos sobre o que está trazendo antes de ser direcionado para uma nova pergunta.

Você poderá perceber como a pessoa lida com imprevistos em um mundo cada vez mais volátil.

c) Apreciação no início ou fim do processo

Fazer uma apreciação é uma forma de quebrar o gelo ou de fechar a entrevista de maneira positiva. Apreciar o outro não é apenas elogiar, mas sim constatar algo positivo de algo que a pessoa é em sua essência e não de suas realizações. Não só constatar, como falar isso de forma sucinta, sincera e específica é importante e pode fazer diferença durante a entrevista!


A aplicação do Thinking Environment para entrevistas é tratada no Curso de Fundamentos do Thinking Environment mas pode ser contratada a parte em programas in-company. Inclusive pode ser utilizado em todo tipo de entrevista como jornalísticas, tv e revistas.

Aliás, Nancy Kline, criadora do método, nos contou que odeia dar entrevistas para a televisão e só concordou em fazer entrevistas que estão no site dela por saber que o entrevistador estava sustentando o Thinking Environment, ou seja, um Ambiente Para Pensar enquanto ela falava.

Acompanhe uma entrevista dela e veja, ouça, perceba a diferença, independente de você compreender o inglês:

Quer desenvolver a escuta profunda nas suas entrevistas, seja de recrutamento ou de outra natureza

Seja o líder que o mundo está pedindo, envie uma mensagem para receber o contato de um consultor Munzner para treinamentos e consultoria in company.

    Aprofunde-se no Thinking Environment com a Munzner

    Leia também

    O poder das Perguntas Incisivas e como aplicá-las

    *Este texto é uma continuação da nossa série de artigos sobre as Perguntas Incisivas. Se você não leu ainda, confira o texto anterior onde falamos sobre o que são as Perguntas Incisivas e como construí-las. Em seus diálogos, encontros e reuniões, você considera possível pensar por si mesmo com fluidez e liberdade para se expressar […]

    Ler artigo
    O que são as Perguntas Incisivas e como construí-las

    A nossa vida é feita de vários encontros e desencontros, relações humanas ora conflituosas e ora harmoniosas.  Você consegue perceber que em alguns momentos você volta na sua vida para os mesmos hábitos não tão saudáveis de vez em quando? Ou reage de forma similar quando alguns gatilhos aparecem na sua vida?     Quando dialogamos com outras pessoas, quando estamos pensando, ou […]

    Ler artigo
    Como o Thinking Environment apoia ambientes de Segurança Psicológica

    A segurança psicológica é o principal fator moderador de sucesso das empresas. De acordo com McKinsey (2018), por exemplo, empresas que se caracterizam por um alto grau de diversidade na alta administração têm até 21% mais chances de serem lucrativas acima da média.  Nós já nos aprofundamos aqui no blog sobre esse assunto (se você quiser ler […]

    Ler artigo

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Imersão 2019 - 9 a 16 de outubro de 2019

    Matrículas abertas só até 31 de setembro!

    Em 2019 teremos uma semana especial com os Cursos de Formação em Thinking Environment, realizados num sítio perto de Curitiba - Paraná.
    Conheça a Imersão 2019

    Empresas que já tiveram contato com o Thinking Environment

    Nos últimos anos a Munzner treinou diversos profissionais que também foram pioneiros em levar o Thinking Environment para dentro de suas empresas.

    Earthworm Foundation

    GIZ – German Development Cooperation

    Alltech do Brasil

    Sustentare Escola de Negócios

    FAE

    ISAE

    UniCesumar

    Darnel Group

    PUC Paraná - Escola de Negócios

    Petrobras

    Grupo Boticário

    Oi

    IBM

    SENAR

    Perkons

    Famiglia Zanlorenzi

    Riosulense

    Comece sua jornada no Thinking Environment

    Inscreva-se para receber nossos materiais educativos.

    Virtus Desenvolvimento Integral
    CNPJ 20.085.269/0001-25
    linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram