|

3 Práticas para reduzir o estresse no ambiente de trabalho com o Thinking Environment

Você pode criar na empresa um refúgio de atenção no meio da adrenalina.

Falar sem ser interrompido.

Você já teve essa experiência?

A atenção se tornou um elemento tão escasso e desejado que estamos até interrompendo os outros para conseguir um pouquinho dela!

Interromper alguém no meio de uma fala ou, pior ainda, no meio de um processo de pensamento, gera estresse na pessoa interrompida e também na que interrompeu. Ter que interromper alguém nos distrai do nosso fluxo de pensamentos.

Quando a interrupção vira hábito em uma conversa, reunião, discussão ou apresentação, operamos bem longe do nosso potencial de qualidade de pensamentos, de fala e de decisão.

Viver abaixo das melhores possibilidades pode também gerar estresse, pois os problemas levam mais tempo para serem identificados e resolvidos pelo grupo.

A atenção é um dos 10 componentes de um Thinking Environment (Ambiente para Pensar).

Em um TE (Thinking Environment), aprendemos a aumentar o poder da nossa atenção e a compartilhá-la com as outras pessoas, criando um "campo invisível" que sustenta os pensamentos de todos.

Ao saber que jamais seremos interrompidos, corpo e cérebro podem enfim relaxar, e o coração pode largar as armas no chão e expressar o que sente.

E simplesmente fluir.

Agora imagine esse tipo de ambiente sendo conscientemente criado pelos funcionários, líderes, chefes, terapeutas, coaches, pais, professores...

É uma realidade diferente da que estamos acostumados, não é?

Mas estamos chegando lá, já temos relatos de como o TE tem impactado a qualidade das relações em empresas brasileiras e em vários outros países.

Separamos para você 3 dicas práticas de como utilizar o TE no ambiente de trabalho para evitar que o estresse se torne um problema, e também para aliviar a tensão originada da má qualidade dos relacionamentos.

Aprenda a usar o Thinking Environment para criar ambientes de confiança entre suas equipes

Seja o líder que o mundo está pedindo, envie uma mensagem para receber o contato de um consultor Munzner para treinamentos e consultoria in company.

Exercícios para colocar em prática na sua empresa

1 - Sessões de pensamento semanais ou diárias para aliviar o estresse

Sessões de Pensamento são a melhor forma de aprofundar em assuntos específicos.

Todo dia as pessoas chegam para trabalhar trazendo as frustrações, problemas e dificuldades de casa.

Muitas vezes é algo do dia anterior, gerando tristeza, ou de dias que ainda não chegaram, gerando ansiedade.

Quando a mente não está no momento presente, a produtividade cai consideravelmente.

Como podemos trabalhar bem, se não estamos 100% aqui?

Nesses momentos o líder pode organizar Sessões de Pensamento do Thinking Environment, que podem ser curtas e durar só 15 minutos. As pessoas se agrupam em pares e o tempo para cada lado é cronometrado, garantindo a igualdade.

Nas sessões as pessoas podem responder a perguntas apreciativas que levem a mente a se sentir bem e conectada com o momento atual. Depois podem tratar de qualquer tema que quiserem.

Exemplos de perguntas:

"O que eu trago hoje de melhor para o trabalho que vou realizar?"

"Como eu me senti no dia mais produtivo da minha vida?"

"O que está indo bem para mim?"

"O que deu certo na empresa nos últimos 7 dias que teve minha contribuição?"

Perguntas apreciativas disparam neurotransmissores no cérebro capazes de nos deixar mais felizes e relaxados. É como receber um abraço.

Eziel Maciel, que participou dos cursos da Munzner, relata como foi aplicar o TE com suas equipes:

2 - Evoque a sabedoria coletiva e reduza o estresse gerado pelas grandes decisões que precisam ser tomadas

Os fundadores Ana Lúcia e Steffen conduzindo uma Rodada de Discussão em Thinking Environment. Cada participante tem tempos iguais de fala e recebem toda a atenção do grupo enquanto pensam.

As Duplas de Pensamento e as Rodadas de Discussão criam um ambiente igualitário em que os pensamentos se somam e se multiplicam, num formato ótimo para tomada de decisão em grupo.

Mas tem situações em que o líder é o único responsável pela decisão final, e para isso gostaria de ter a melhor informação possível das suas equipes e mentores.

Para esses casos o Comitê de Pensamento é ideal. Um facilitador reúne os membros do Comitê, que terão um tempo cronometrado para compartilhar uma experiência ou informação que surja a partir da pergunta feita pelo apresentador do caso, que no nosso exemplo é o líder responsável pela decisão.

A regra proíbe dar conselhos - mas sim contar experiências que possam ajudar, trazer conhecimento ou informações que não foram compartilhadas ainda.

O Comitê de Pensamento é ótimo para aumentar o comprometimento das pessoas com as soluções, pois elimina o "conselho", que pode dar margem para infantilização e subjugação do tipo "se eu fosse você, faria..." e "eu acho melhor você fazer...".

3 - Desenvolva nas suas equipes o hábito de sustentar os 10 Componentes de um Thinking Environment

Os nomes familiares de cada um dos 10 Componentes do TE escondem sua complexidade.

Quando falamos "atenção, informação e encorajamento", no contexto do Thinking Environment, estamos nos referindo às definições específicas que cada componente recebeu dentro do método e que indica para um determinado comportamento.

O melhor jeito de entender esses componentes, em um nível em que se tornam parte de nossa forma de tratar as pessoas, é praticá-los diariamente.

Para o líder, um ótimo exercício é eleger um componente para ser o tema da semana ou do mês. No mês da atenção, por exemplo, podemos fazer sessões de pensamento ou então realizar rodadas de discussão com perguntas sobre o tema!

Um exemplo: "O que você está observando sobre a qualidade da sua atencão?"

E assim, ao invés de ser apenas mais um curso que fizemos mas que logo esquecemos de como se faz, conseguimos aproveitar todo o poder de transformação que o Thinking Environment é capaz de trazer para nossos ambientes de trabalho.

Agora é a sua vez de praticar Thinking Environment

Os alunos Marcelo e Sandra fazendo uma Sessão de Pensamento durante um dos cursos de Formação em Thinking Environment ministrados pela Munzner.

Ana Lúcia, sócia fundadora da Munzner, reconhece que os 10 Componentes demandam prática até que sejam integrados ao comportamento:

"A maioria das pessoas que chegam aos nossos cursos já têm muitos desses componentes incorporados, o que facilita muito na aplicação efetiva dos processos. Mas algumas pessoas não têm e não conseguem nem se imaginar, por exemplo, não interrompendo alguém. Mesmo fazendo esforço, o hábito é tão arraigado que não conseguem. A prática diária é a única forma de evitar que as aplicações seja um mero ferramental inútil, sem qualquer efeito para o outro. O que tem efeito são os componentes.".

Ana Lúcia Münzner

Ou seja, a prática é a chave para criar o hábito que transforma os ambientes de trabalho para serem menos estressantes, mais acolhedores e produtivos.

Com os dados alarmantes sobre os níveis de estresse vividos hoje em nossos ambientes de trabalho, precisamos de práticas como o Thinking Environment, que atuem na raiz da questão.

Você já usou o Thinking Environment na sua empresa e teve bons resultados? Conte para nós na seção de comentários desse artigo!

Aprofunde-se no Thinking Environment com a Munzner

Leia também

Cansado de reuniões improdutivas? Veja essas dicas

Se você está saturado de reuniões longas e improdutivas e sente que esses encontros geram um grande desperdício de tempo - e recurso - você, efetivamente, não está só. Aliás você pode até se certificar do quanto você gasta com esses encontros, usando um aplicativo que calcula o custo estimado de reuniões.   Um artigo publicado na Harvard Business Review aponta que as reuniões […]

Ler artigo
As 10 competências para o líder acessar o melhor de suas equipes

Com a queda do modelo do Líder Rockstar, o mundo está pedindo por lideranças conscientes que criem ambientes de respeito e inclusão.

Ler artigo
Relações humanas são a maior fonte de estresse no ambiente de trabalho

A forma com que as pessoas se tratam na empresa afeta diretamente seu nível de estresse, reduzindo sua produtividade e aumentando as chances de desenvolver alguma doença grave. A cultura organizacional pode definir os comportamentos socialmente aceitos dentro da empresa, tanto pelo caminho da hostilidade como da apreciação. Reuniões e apresentações podem ser inclusivas e […]

Ler artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Imersão 2019 - 9 a 16 de outubro de 2019

Matrículas abertas só até 31 de setembro!

Em 2019 teremos uma semana especial com os Cursos de Formação em Thinking Environment, realizados num sítio perto de Curitiba - Paraná.
Conheça a Imersão 2019

Empresas que já tiveram contato com o Thinking Environment

Nos últimos anos a Munzner treinou diversos profissionais que também foram pioneiros em levar o Thinking Environment para dentro de suas empresas.

CIP – Câmara Interbancária de Pagamentos

Earthworm Foundation

GIZ – German Development Cooperation

Alltech do Brasil

Sustentare Escola de Negócios

FAE

ISAE

UniCesumar

Darnel Group

PUC Paraná - Escola de Negócios

Petrobras

Grupo Boticário

Oi

IBM

SENAR

Perkons

Famiglia Zanlorenzi

Riosulense

Comece sua jornada no Thinking Environment

Inscreva-se para receber nossos materiais educativos.

Virtus Desenvolvimento Integral
CNPJ 20.085.269/0001-25
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram